Vacinas contra gripe influenza em pacientes com câncer

Compartilhe:

Nos últimos dias venho recebendo inúmeras perguntas a respeito das vacinas contra gripe influenza e seus riscos para pacientes com câncer. Por esta razão decidi resumir aqui alguns pontos importantes:

Afinal, pacientes em tratamento oncológico podem receber as vacinas contra gripe influenza?

Sim, os pacientes podem e devem receber a vacina. Tanto a vacina trivalente fornecida pela rede pública (SUS), quanto a  quadrivalente vendida na rede privada, são compostas por vírus inativados, ou seja, não trazem risco de provocarem a infecção.

As vacinas contra gripe influenza tem a mesma eficácia em pacientes com câncer que estão recebendo quimioterapia?

Não há estudos avaliando a eficácia das vacinas atuais especificamente em pacientes que estão recebendo quimioterapia. No entanto, infere-se que a imunossupressão provocada pelo tratamento possa atrapalhar o desenvolvimento da imunidade contra as cepas virais. Apesar disso, ainda assim recomendamos a vacina nestes pacientes.

Pacientes que fizeram tratamento de câncer no passado podem receber as vacinas contra gripe influenza?

Sim. Os pacientes que já terminaram a quimioterapia, ou que estão recebendo tratamentos que não provocam imunossupressão (exemplo: hormonioterapia), apresentam a imunidade semelhante a das pessoas em geral. Nestes pacientes a vacinação deve funcionar da mesma maneira.

Qual a diferença entre as vacinas trivalente (fornecida pelo SUS) e tetravalente?

A vacina trivalente é composta por três tipos de cepas virais em combinação: um vírus similar ao vírus influenza A/ California (H1N1), um vírus similar ao vírus influenza A/Hong Kong (H3N2) e um vírus similar ao vírus influenza B/Brisbane. Já a vacina tetravalente, além das cepas acima, incorpora  um vírus similar ao influenza B/Phuket. Notem que ambos os tipos conferem imunidade para a gripe H1N1.

Existem contraindicações para as vacinas contra gripe influenza?

Sim. A vacina não deve ser utilizada por pessoas que desenvolveram alergias às vacinas oferecidas nos anos anteriores. Também não devem receber as pessoas alérgicas as proteínas do ovo, uma vez que o processo de produção destas vacinas se utilizada de ovos.

 

 

Você gostaria de marcar uma consulta, tirar suas dúvidas ou dar alguma sugestão?
Clique aqui
para entrar em contato e retornaremos em breve. Se preferir você pode estar comentando logo abaixo

 

Fontes:

PORTAL  ANVISA.
DOC PDF ANVISA.
Uptodate.

 

 

 

Compartilhe: