Pesquisa de satisfação: Clique aqui

Direitos dos Pacientes: Clique aqui

câncer de pele

Câncer de pele: saiba tudo sobre a doença

Compartilhe:

O câncer de pele é o tipo mais comum da doença, tanto no Brasil quanto no mundo. Este tumor atinge, com mais frequência, pessoas com mais de 40 anos e é bastante raro em crianças e pessoas negras. Um dos principais fatores para o surgimento da patologia é a exposição excessiva ao sol.O câncer de pele é o tipo mais comum da doença, tanto no Brasil quanto no mundo. Este tumor atinge, com mais frequência, pessoas com mais de 40 anos e é bastante raro em crianças e pessoas negras. Um dos principais fatores para o surgimento da patologia é a exposição excessiva ao sol.

Dados gerais sobre o câncer de pele

Segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca), cerca de 165.580 pessoas foram atingidas pela doença só em 2018. Deste número, 85.170 eram homens e 80.140 mulheres. Além disso, de acordo com a entidade, 1.958 óbitos causados pela doença foram registrados no mesmo período.

Nos últimos anos, estima-se que a incidência do câncer de pele tenha aumentado. Além do avanço das tecnologias de diagnóstico, o aumento do tempo de exposição das pessoas ao sol e, consequentemente, da expectativa de vida, são alguns dos motivos para estes números elevados.

Tipos de câncer de pele

Basicamente, o câncer de pele é dividido em dois tipos principais, sendo que cada um deles possui seus subtipos. Confira:

Melanoma

Esse tipo de câncer ocorre nos melanócitos, as células produtoras de melanina (substância que determina a cor da pele). O surgimento do melanoma pode ser em qualquer parte do corpo, pele ou mucosas, sempre na forma de manchas ou pintas – principais sinais de alerta para o câncer de pele. Em pessoas com a pele negra, a doença é mais recorrente nas áreas claras, como palmas das mãos e plantas dos pés.

Não melanoma

Esse é o tipo de câncer de pele mais frequente no Brasil, correspondendo a cerca de 30% dos tumores malignos do País. Quando detectado e tratado precocemente, ele apresenta altos percentuais de cura. Por este motivo, mesmo sendo o tumor mais comum, é o que apresenta a menor taxa de mortalidade, porém pode causar mutilações expressivas quando chega em estágios avançados.

Como prevenir o câncer de pele?

Todas as formas de prevenção ao câncer de pele envolvem a proteção aos danos causados pelo sol. Entre as principais medidas que podem ser adotadas, podemos destacar:

  • Evitar a exposição ao sol entre 10h e 16h.
  • Usar proteções como bonés, chapéus e óculos escuros com proteção UV.
  • Usar filtro solar, regularmente, mesmo quando não ocorrer exposição direta ao sol.
  • Usar filtros solares próprios para os lábios.
  • Ficar atento a possíveis marcas na pele causadas pelo sol.
  • Consultar, regularmente, um médico dermatologista

Tratamentos para o câncer de pele

A primeira medida tomada, assim que o câncer de pele é diagnosticado, é a retirada do tumor – e da área ao redor – por meio da cirurgia. Porém, em casos mais avançados da doença, a quimioterapia e a radioterapia também podem ser utilizadas como métodos de tratamento.
No caso do melanoma, quando existe a metástase, ou seja, quando o câncer se espalha para outras partes do corpo, são usados medicamentos específicos que visam a evitar a evolução da doença. Com isso, é possível oferecer uma chance maior de sobrevida aos pacientes, preservando o bem-estar e a qualidade de vida dos mesmos.

Compartilhe:
Centro de Oncologia do ABC

Somos a maior e melhor Clínica de Oncologia da região do ABC. Nosso corpo clínico é composto por médicos especialistas titulados e responsáveis pelo atendimento ambulatorial/emergencial. No Centro de Oncologia do ABC todos são devidamente habilitados e comprometidos com o tratamento e procedimentos oferecidos aos pacientes.

WhatsApp chat