Câncer de Mama Doi?

Compartilhe:

Câncer de mama doi?

Você sentiu uma dor na mama? Uma dor que nunca havia sentido antes? Um inchaço? Tem algo de diferente com suas mamas? Você realmente não faz ideia do que pode ter provocado isto? Será que câncer de mama doi? Será que isto é câncer de mama?

Essas e muitas outras perguntas podem lhe tirar o sono, afinal de contas, o câncer de mama é o mais comum entre as mulheres, e muitas ainda não conhecem este assunto.

As dores nas mamas estão presentes na vida de absolutamente todas as mulheres, e diversos fatores podem ser os culpados. Pensando nisto, criamos este artigo para eliminar de vez as suas dúvidas.

Veja o que abordaremos neste artigo:

Quais as origens das dores nas mamas?
Câncer de mama doi?
Como diagnosticar o câncer de mama?
Estou com câncer de mama, o que eu faço?

Quais as origens das dores nas mamas?

câncer de mama dói02

As dores nas mamas  são sintomas comuns entre as mulheres e têm múltiplas causas. Podem ser classificadas como dores cíclicas e dores não cíclicas.  Cerca de 60% das dores nas mamas em geral são dores cíclicas e as 40% restantes são dores não cíclicas.

Dores cíclicas:
São dores associadas a variações hormonais do ciclo menstrual, surgem geralmente cerca de uma semana antes da menstruação da mulher.

– Causas de dores cíclicas:

Em geral, são dores leves, com pequenos desconfortos em ambas as mamas, causadas por variações hormonais da mulher em período fértil. Ocorrem na segunda metade do ciclo, agravam-se dias antes da menstruação e desaparecem quando a mulher menstrua.

Quando esta dor é de intensidade maior, é chamada de mastalgia cíclica. As características dessas dores são iguais das dores leves, porém a intensidade da dor chega a atrapalhar a mulher em suas atividades normais do dia a dia.

Uma terceira causa comum de dor cíclica é chamada de doença fibrocística da mama ou displasia mamária, tem como característica nódulos císticos benignos que surgem ao longo da vida da mulher e costumam ser dolorosos.

A doença fibrocística da mama não é perigosa, não aumenta o risco de desenvolvimento de câncer. No entanto, a presença dos nódulos benignos pode dificultar o diagnóstico de nódulos suspeitos ou relacionados com o câncer da mama, tanto no exame clínico do médico como nas imagens de mamografia.

Dores não cíclicas:

As dores não cíclicas geralmente ocorrem em apenas uma das mamas e não tem nenhuma ligação com o ciclo menstrual, podem ser constantes, intermitentes ou apenas pontuais.

-Causas das dores não cíclicas:

Mastite: inflamações/ infecções das mamas durante período de amamentação, também podem ocorrer em mulheres que não estão amamentando.

Ectasia ductal: Dilatamento e obstrução dos ductos mamários, acarretando em inflamações que levam a um quadro muito parecido com o da mastite.

Gravidez: O Desenvolvimento das mamas durante a gravidez pode levar a dores não cíclicas.

Traumas na mama: após lesões ou traumas, a mulher pode apresentar alguns casos de dores não cíclicas.

Cirurgia prévia da mama: Após a cicatrização do tecido da mama devido a alguma cirurgia realizada na mama ou biopsia, a mama pode apresentar quadro de dores não cíclicas.

Câncer de mama: Um tipo de tumor maligno raro conhecido como Doença de Paget pode causar inflamações e dores na mama. Se quiser saber um pouco mais sobre alguns sintomas do câncer de mama, de uma olhada em uma de nossas publicações no Facebook.

-Dores extra mamárias:
Algumas mulheres com mastalgia, na verdade podem ter problemas em outras regiões do corpo, tais como dores musculares no tórax, lesões nas costelas, herpes zoster, fibromialgia, problemas de colunas e etc.

Câncer de mama doi?

câncer de mama dói03

Após algumas duvidas terem sido esclarecidas nos tópicos acima, ainda resta uma duvida importante que é o centro deste artigo não é mesmo? Afinal de contas, o câncer de mama doi ou não?

A verdade é que raramente o câncer de mama provoca dor. E nas poucas vezes em que ela aparece, já estamos falando de casos avançados. Como regra, devemos lembrar que a dor nas mamas geralmente indica uma doença benigna, não relacionada com o câncer.

Bom, até aqui vimos que dores nas mamas podem não ser câncer de mama, vimos também que o câncer de mama costuma não doer em sua fase inicial, mas agora temos mais uma duvida:
Como diagnosticar o câncer de mama? Vamos ver?

Como diagnosticar o câncer de mama?

O diagnóstico do câncer de mama, principalmente nas fases iniciais e com grande chances de cura, é feito por médicos especialistas em mamas, os Mastologistas. Aqui no Centro de Oncologia do ABC, contamos com profissionais qualificados e experientes no diagnostico e tratamento do câncer de mama. Veja abaixo alguns procedimentos de diagnostico precoce do câncer de mama:

Exame clínico de mama (ECM): quando realizado por um médico treinado, pode detectar tumores com cerca  de 1 cm ou mais. Nódulos menores eventualmente podem ser detectados se estiverem bem próximos a pele.

Mamografia: Trata-se de uma radiografia das mamas, feita sobre compressão. Permite o diagnóstico precoce do câncer de mama, sendo capaz de encontrar lesões muito pequenas, de poucos milímetros. Pode detectar sinais indiretos da presença do câncer, como as microcalcificações.

Autoexame: A menos que o nódulo na mama seja muito superficial, dificilmente uma mulher não treinada conseguirá detectar nódulos menores do que 2 cm. Isto significa que o autoexame não é a melhor estratégia de prevenção do câncer de mama, por não conseguir detectar os casos realmente iniciais, com maior chances de cura. Por outro lado, o autoexame é muito útil para que a mulher conheça o seu próprio corpo e possa buscar auxílio médico sempre que notar algo diferente.

 

Estou com câncer de mama, o que eu faço?

Após um diagnóstico positivo de câncer de mama você não deve se desesperar, o melhor a fazer é procurar ajuda especializada de um mastologista, ele fará o acompanhamento necessário para te auxiliar no combate a doença. Muito do que se comenta sobre o câncer de mama não passa de boatos, a verdade é que se tratado a tempo suas chances de cura podem superar os 90%. No Centro de Oncologia do

ABC você irá encontrar a equipe qualificada para auxiliá-la no tratamento do câncer de mama, com atendimento humanizado e todos os recursos tecnológicos para, juntos vencermos esta batalha.
Confira mais publicações em nosso Facebook.

Até a próxima.

 

Compartilhe: